13/03/2017 às 12:23, Atualizado em 23/11/2020 às 10:22

Reunião define reorganização da feira livre de Batayporã

Reorganização do espaço incentivará a participação de novos produtores e melhorará o atendimento ao consumidor

Cb image default
Feirantes reuniram-se para iniciar as tratativas para reorganização da feira. Foto:Thiago Odeque/7ª Arte

Um dos propósitos da Administração Municipal é melhorar a feira livre com mais participação de produtores e com isso poder ofertar uma variedade maior de produtos. O ponto de partida para a expansão é a reorganização.

Nesse contexto, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura e Desenvolvimento Sustentável, promoveu na última semana uma reunião com os feirantes para iniciar as tratativas para reorganizar a feira.

No encontro, foi oficializada uma Comissão Representativa, que vai servir como porta-voz dos produtores. Os membros também ficam responsáveis por iniciar o processo de instituição da Associação de Feirantes.

Também foi dada a garantia de ajustamento de alguns problemas de infraestrutura, como a padronização de todas as barracas e ampliação do espaço. “Aos sábados, parte da Avenida Brasil ficará interditada, entre a Avenida Antônia Espinosa Mustafá e Rua Ataliba Ramos, do período das 6h às 12h30, como forma de proporcionar uma melhor circulação para consumidores e disposição otimizada das barracas”, explicou o coordenador de Agricultura, Jorge Rodrigues.

Visando melhorar a qualidade e higiene dos produtos, ficou definido ainda que os fiscais da Vigilância Sanitária estarão realizando um trabalho de conscientização sobre a comercialização correta dos produtos.

Quanto a cobrança de taxa para participação na feira, os produtores da agricultura familiar ficarão isentos, exceto vendedores ambulantes, que deverão dirigir-se ao setor da Tributação da Prefeitura levando todos os documentos necessários para solicitação de pedido de autorização e recolhimento de taxa.

Na oportunidade, os feirantes receberam informações sobre Defesa Sanitária, em palestra ministrada pelo engenheiro agrônomo da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), Adalberto Fiorucci.

Segundo o titular da pasta, Cláudio Casarotto, a iniciativa atende determinação do prefeito Jorge Takahashi. “O Prefeito quer oferecer aos munícipes e visitantes um espaço com mais qualidade e conforto para que possam fazer as compras dos produtos e, mais que isso, fomentar o desenvolvimento da agricultura familiar, que é um dos pilares da nossa economia”, frisou.

Para a reorganização da feira, a Prefeitura conta com a parceria da Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), que ficará responsável pela orientação técnica dos produtores para a produção de alimentos com mais qualidade.

A reunião teve a participação do coordenador Regional da Agraer, Sandro Polloni e do coordenador técnico municipal, Cícero Vieira Brais; dos vereadores Cacildo Paião, Danilo Enz e Denise Pesqueira.