08/01/2020 às 11:16, Atualizado em 23/11/2020 às 10:22

Crime ambiental: Prefeitura recebe denúncia de descarte irregular de aves mortas

Cb image default
Foto: PMB/SODETA

Você sabia que o meio ambiente é um direito de todos? E que poluir, destruir ou explorar pode ser considerado crime ambiental? E que cabe ao Poder Público a responsabilidade de proteção?

Batayporã é um município que tem trabalhado com veemência nesse sentido, mas somente coma ajuda da população com denúncias é possível combater o crime ambiental. Foi através de uma denúncia, que a Secretaria Municipal de Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente (SODETA) foi informada na manhã desta quarta-feira (8) de uma ação de descarte irregular de aves mortas na rodovia João Teixeira dos Santos, nas proximidades do lixão.

Em vistoria ao local, a diretora do Departamento Municipal de Turismo e Meio Ambiente, Fernanda Frutuoso, constatou o crime ambiental com grande volume de aves mortas. Diante do fato, acionou a Polícia Militar Ambiental para as providências cabíveis.

O titular da SODETA, Sidney Olegário, explica que o descarte irregular de animais mortos além de gerar problemas de saúde é crime ambiental e pode gerar multa para quem realiza a prática. “O descarte irregular de lixo, entulhos e animais em áreas públicas ou terrenos baldios pode gerar multa para quem o fez”, ressaltou.

A fiscalização do meio ambiente segue agindo ostensivamente em toda a área do município de Batayporã. Para colaborar com a Prefeitura Municipal, qualquer cidadão pode fazer denúncias sobre o descarte irregular de resíduos e animais por meio do telefone (67) 3443-1288 ou pessoalmente na Secretaria de Obras, Desenvolvimento Econômico, Turismo e Meio Ambiente, que fica situada no Paço Municipal. É importante ressaltar que todas as denúncias são sigilosas e tratadas somente pelo órgão ambiental.